sexta-feira, 19 de março de 2010

Homenagem ao Dia do Artesão

19 de março - DIA DO ARTESÃO
Tomamos emprestadas as palavras do poeta e compositor pernambucano
Abdias Campos, para prestar homenagem a todos aqueles
que, com amor, usam as mãos e a criatividade para dar vida a arte. Trechos do cordel ARTESANATO
Peço a Deus inspiração
Pra esta composição
Que faço de antemão
Sobre o nosso artesanato
Sobre esta arte singela
Que tem embutida nela
A essência que modela
Um rebuscado artefato
...
Uma peça artesanal
Na criação natural
Percorre um fino canal
Da inspiração humana
Numa atitude divina
O pensamento destina
Uma ideia que se afina
Pela massa craniana
...
Antes de chegar à peça
A ideia se processa
E pelo juízo acessa
A visão imaginária
De forma particular
Atravessa e vai buscar
Adonde ela pode achar
A obra extraordinária
...
Às vezes de improviso
Sem um início preciso
O artesão busca o siso
Do que deseja criar
E pela imaginação
Da peça, busca a visão
Brincando com a criação
Faz-lhe pelas mãos chegar
...
É um poeta que cria
Diferente poesia
Que nasce com simetria
De estilo, contorno e cor
Que é para sobreviver
Mas, antes, pra não morrer
O que em si vê nascer
Pelo fazer com amor
...
O pensamento artesão
É a sua combustão
Que lhe fustiga à ação
Pela sensibilidade
Tem prazer, por isso faz
O que Deus lhe fez capaz
E lhe forneceu o gás
Para a criatividade
...
Como pra o poeta, a rima
É uma matéria prima
Pra que ele se exprima
No seu feitio desejado
Para o artesão também
O material provém
De quase tudo que tem
Pra que seja aproveitado
...
Madeira, pedra, metais
Vidro pra quem faz vitrais
Fibras, conchas e corais
Papel, gesso, parafina
Penas e fios, tecidos
Sementes, couro curtido
O artesão tem urdido
O que o pensamento atina
...
São estes materiais
E outros tantos, os quais
Necessite pra que mais
Dê forma ao que sonhou
Pra conquistar o freguês
Ele contempla o que fez
E sabe que cada vez
Transcorre um novo valor
...
A arte tem movimento
Cores, expressões, intento
Que pra qualquer advento
Há uma destinação
Assim é o artesanato
Utilitário ou de ornato
A verdade é que de fato
Nele há transformação
...
Pois cada um tem um jeito
Para seu melhor proveito
Conduz seu trabalho, afeito
A sua concepção
A forma de conceber
A maneira de fazer
E a de desenvolver
De acordo com a aptidão
...
Se trabalho é concentrado
Tem o olhar fixado
Pra enveredar no roçado
Do reino da criação
Onde granjeia o sentido
Do seu trabalho florido
Pra que seja recolhido
Na palma da sua mão
...
Assim é o artesanato
A arte do artesão nato
Que com as mãos dá formato
Ao que a mente sonhou
Ou inesperadamente
Ele percebe somente
O que dentro dele sente
Quando a peça se formou
Abdias Campos

Um comentário:

  1. Obrigada pela linda mensagem!!!!
    Sucesso para vcs da Bereiana! Bjs

    ResponderExcluir